Foco no Resultado

Fatores que Formam um Vendedor de Sucesso
13 de fevereiro de 2014
Melhore sua Autoestima
13 de fevereiro de 2014
Mostrar tudo

Uma pessoa raramente realiza mais do que espera porque as pessoas em geral não procuram alcançar mais do que se julgam capazes, sempre estão buscando aquilo que acham possível, e com isso não encaram maiores desafios. O foco mental determina comportamentos; é a força que conduz sentimentos, é o poder da concentração.

Quanto maior for a concentração (foco), mais vivo ficará em nossas vidas aquilo que está sendo focado, como se o foco aumentasse e tornasse real a experiência imaginada. Existem pessoas que vivem focadas nos seus pontos fracos, e por fazerem isso acabam criando muitas impossibilidades em suas vidas. Existem, também, aquelas pessoas que vivem focadas nos seus pontos fortes e isso as favorece para alcançar êxito em suas vidas. O conferencista Eugênio Mussak tem uma frase que diz o seguinte: “se você muda o pensamento você muda o comportamento”. Acreditamos que, quando alguém muda o foco mental muda o comportamento porque o comportamento sempre é o resultado do estado emocional que a pessoa está vivenciando num dado momento, mas o sentimento não aparece do nada, ele surge a partir do foco mental.

A verdade é esta: nós somos aquilo que repetidamente focamos em nossas mentes. Se você focar predominantemente os obstáculos que você terá para passar numa prova, por exemplo, você acaba se condicionando para sentir o lado negativo desta experiência. Por outro lado, se você focar o resultado final da prova, ou seja, o efeito que você quer obter e os benefícios, você cria mais condições para obter o resultado e se motiva para se preparar melhor. Por isso é tão importante focarmos os resultados que desejamos obter.

De modo geral, as pessoas pensam no que querem, mas imaginam o que não querem, ou imaginam a dificuldade que terão para conseguirem o que querem. Entre o querer e o imaginar, a imaginação sempre vence. Quando nós imaginamos há uma concentração de energia e a conseqüência disso será uma emotização daquilo que está sendo focado. Em Emotologia, disciplina que trata da mobilização das potencialidades humanas com base em neurociência, existe uma lei, já comprovada cientificamente, chamada de esforço convertido. Esta lei pode ser explicada da seguinte forma: você tem a vontade de realizar algo, mas faz a imagem do obstáculo a enfrentar, como a imagem é mais forte que a vontade o que se manifesta em sua vida é o obstáculo. A lei do esforço convertido pode estar atuando em sua vida sem que você se dê conta disso. Também em Emotologia, existe um efeito chamado de Bola-de-Neve. Este efeito demonstra que o êxito se constrói sobre o êxito, e o fracasso se constrói sobre o fracasso. Significa que, aquilo que focamos tende a se potencializar em nossas vidas porque começamos a enxergar aquilo que os olhos da mente estão preparados para ver, como se fosse uma bola-de-neve que desce a montanha e pouco a pouco a bola aumenta seu volume.

Desta forma, aquelas pessoas que focarem seus sucessos, seus pontos fortes e os resultados futuros que pretendem, criarão mais energia e terão mais chances de conquistar o que querem. Se a pessoa valoriza seus sucessos do passado e comemora os sucessos diários ela tende a reprogramar o seu sistema nervoso para buscar novos sucessos. Isso faz com que a pessoa se “condicione” a enxergar o sucesso, ou seja, passa a ter foco no que funciona, nas soluções, nas possibilidades.

A regra do foco mental é simples: tudo aquilo que está carregado de emoção vai predominar. Portanto, crie um quadro mental de suas conquistas, veja o filme completo daquilo que você quer e sinta o resultado, o sentimento da vitória, como se já estivesse alcançado. Mas para fazer isso é importante acreditar, se não conseguir acreditar é porque está na hora de mudar o foco para entender que você pode fazer muito mais do que se julga capaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *