Princípios para uma liderança eficaz

Se sabe, por que não coloca em prática?
13 de fevereiro de 2014
Motive-se e faça bem feito
13 de fevereiro de 2014
Mostrar tudo

O que realmente faz a diferença para que uma empresa seja eficaz? São vários fatores que respondem a essa pergunta, tais como, atendimento de qualidade, planejamento, organização, trabalho em equipe, políticas de qualidade alicerçadas num modelo de gestão com foco em resultados, entre outros. Mas, de acordo com várias pesquisas que surgem a cada dia, a liderança apresenta-se como o principal caminho para a criação de uma empresa eficaz. É através da liderança que as coisas acontecem de fato, pois diante das mudanças velozes que as empresas enfrentam, as equipes de trabalho precisam de direção, por isso é importante a existência de líderes competentes para indicar os rumos certos e conduzir as pessoas com segurança na direção dos resultados sustentáveis.

Segundo uma pesquisa realizada pela Kienbaum, consultoria de gestão e recursos humanos, 63% dos executivos de alto escalão acreditam que há carência de líderes em suas empresas. Na matéria “Líder no Século XXI – Desafios da Nova Liderança”, publicada pela Revista Ser Mais (Ed. 09), a liderança é apontada como um desafio, as empresas precisam de bons líderes para levar adiante o negócio e gerir talentos, mas hoje a liderança está em extinção.

É importante que todos profissionais que ocupam cargos de liderança aprendam novos princípios de gestão de pessoas, para que suas ações se traduzam em uma “liderança sustentável”. O problema é que na maioria das vezes aqueles que estão ocupando cargos de liderança acabam copiando modelos antigos que nem sempre servem para os dias de hoje. Ainda existem profissionais com perfil de chefe, que possuem grande capacidade de cobrança, mas que não possuem capacidade de estimular a motivação da equipe. Esses chefes embasados nos estilos antigos de liderança insistem em ser os donos da voz mais alta, usam o modelo de comunicação unilateral, porém, um líder eficaz tem como característica o diálogo e uma grande capacidade para escutar seus liderados. Os chefes ultrapassados são bons em distribuir ordens, mas não sabem que um verdadeiro líder deve saber delegar para liderar eficazmente.

Se você ocupa um cargo de liderança, procure se orientar com base nos princípios norteadores da liderança moderna indicados abaixo e, com isso, desenvolva sua equipe na direção dos resultados inteligentes:

– O sucesso do líder é o sucesso dos liderados. Verifique se a sua equipe está alcançando bons resultados. Se não estiver, saiba que é preciso repensar sua forma de liderar. Ajude a sua equipe a ter sucesso, dessa forma você estará fazendo o dever de casa.

– O papel do líder é fazer com que as pessoas acreditem nelas mesmas. Jamais deixe que um liderado trabalhe desacreditado ou inseguro, pois é sua função fazer com que cada membro da equipe confie que pode dar o melhor de si.

– Não se conforme com limites pré-estabelecidos. Chega de aceitar trabalhos mal feitos, “gambiarras”, desculpas ou tarefas incompletas. Pergunte para os seus liderados: “você pode fazer melhor”? Seja um líder que apresenta novas escolhas, crie caminhos de possibilidades e não permita limites quando é possível fazer mais.

– Ensine a fazer bem feito. Você conhece aqueles chefes que ficam reclamando dos colaboradores, achando que eles não sabem fazer direito ou que não são capazes? Você conhece aquele gerente que prefere colocar a “mão na massa” do que delegar tarefas para quem ele não confia? Pois é, ainda existem chefes desse tipo. Ensine cada colaborador a praticar as atividades de uma forma que os resultados sejam superiores àquele esperado. Se você ensina a fazer bem feito, não precisará ficar repetindo, cobrando e inibindo o colaborador. Seja um “educador da qualidade”, dessa forma as pessoas aprendem a fazer o melhor que podem.

– Fale a mesma linguagem da sua equipe. Seja um líder empático, saiba se colocar no lugar de cada colaborador. Quando você utiliza uma linguagem que todos entendem sua comunicação funciona.

– Valorize os esforços. Uma forma de demonstrar desinteresse pelo sucesso da equipe é não dar valor aos esforços praticados. O colaborador pode pensar que não adianta dar o melhor de si, pois o líder não reconhece. Então, elogie na hora certa, demonstre que está atento e não se distancie da equipe.

– Saiba dar feedback. Não seja um líder com a “síndrome da cegueira ou mudez”. Existem muitos chefes que, quando o colaborador precisa de apoio, suporte ou correção, fazem de conta que não veem e pensam: “com o tempo isso muda, ou, deixa assim mesmo”. Por conta disso, não fornecem o feedback que poderia contribuir para o crescimento do colaborador.

Existem vários outros princípios que podem contribuir de forma significativa para a construção de uma liderança eficaz. Procure conhecer cada colaborador e aplique os princípios da liderança eficaz para ser um líder que apoia, ensina e estimula. Lembre-se que antigamente, quando as pessoas não produziam, eram demitidas. Nos dias atuais, o paradigma está mudando: “se as pessoas não produzem, o líder deve ser demitido”. Pense nisso!

1 Comment

  1. Diógenes dos Reis disse:

    Excelente conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *