Você está seguindo o seu coração?

A “Maquina” Mais Poderosa
13 de fevereiro de 2014
Imagem Mental
13 de fevereiro de 2014
Mostrar tudo

Quais são os seus principais sonhos de vida? Atualmente a maioria das pessoas vive uma vida de “correria”. Muitas são as preocupações sobre contas a pagar, metas que devem ser cumpridas, prazos apertados, encontrar mais tempo para a família, gestão da própria carreira e etc. Mas será que estamos vivendo, ou sobrevivendo?

Infelizmente alguns paradigmas medíocres tomam conta da mente de muitos indivíduos que esquecem que eles podem fazer melhor a cada dia, procurando autorrealização. Paradigmas do tipo, “vamos empurrando com a barriga”, ou “vai assim mesmo – sempre foi assim, porque fazer melhor?”.

Costumo lembrar para as pessoas em nossos workshops e palestras que, os piores hábitos do mundo são os seguintes: acomodação, normose e predominância na zona de conforto. Quando algum destes hábitos estiverem fazendo parte de sua vida, simplesmente você desliga o seu potencial realizador.

Todos nós devemos seguir o nosso coração, estabelecendo objetivos que nos tirem da acomodação e nos coloquem em movimento. Desta forma desenvolvemos uma vida mais alegre, com mais entusiasmo e energia para encarar os desafios do diários.

Temos que encontrar motivos que mobilizem o nosso potencial interior. Charles Mayes tem uma frase especial que diz: “certifique-se de que por aquilo que você vai viver também vale a pena morrer”. Lembre-se que a sua vida é composta por diversas áreas: social, financeira, profissional, familiar, emocional, física e espiritual. Em cada área de sua vida você deve encontrar aquilo que mexe com seu coração, ou seja significados importantes para fazer valer a pena cada momento de sua vida.

Para concluir, deixo uma metáfora para que você pense se está seguindo o seu coração…Repense seus sonhos e coloque-os nos seus planos de ações diárias, pois, dessa forma, você estará fazendo de seu cotidiano momentos de prazer e alegria, e não de momentos estressantes e infelizes.

Um velho peregrino estava a caminho das montanhas do Himalaia, no cortante frio do inverno, quando começou a nevar. Disse-lhe o dono de uma hospedaria:

– Como conseguirá chegar lá com este tempo, meu bom homem?

O velho respondeu alegremente:

– Meu coração chegou lá primeiro…Desse modo, é fácil para o resto de mim seguí-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *